institutointersecao.com.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Home

Por que corremos tanto?

E-mail Imprimir PDF

Por que corremos tanto?

Monica Aiub

Muitos dos partilhantes que procuram os consultórios de filosofia clínica trazem como questão o tempo, ou melhor, a falta de tempo, a sensação de que passam a vida correndo sem nunca chegar a lugar algum. Queixam-se de cansaço, de excesso de trabalho, atribuições, compromissos, e questionam-se: “para que tanto desgaste, tanto sacrifício?”. Você já sentiu algo parecido? Já questionou os motivos pelos quais corremos tanto e temos a sensação de permanecermos no mesmo lugar?

De fato, é muito comum, em nossa sociedade, a necessidade dos excessos, seja no trabalho, seja na vida pessoal. Crescemos aprendendo que devemos fazer algo o tempo inteiro. Ficar parado por alguns instantes, ainda que seja para descansar, ou simplesmente para apreciar uma cena cotidiana, parece ser algo vergonhoso, um desperdício da vida, tempo – algo tão precioso – jogado fora.

Somos adestrados para tornar todo nosso tempo produtivo e, voluntariamente, transformamos o que seria nosso tempo de lazer em tempo de “produção”. Cobramos uns aos outros para que tenhamos, todos nós, esta postura. Alguns poucos conseguem escapar da “escravidão” gerada pela exigência de constante, e cada vez maior, produção. Mas grande parte de nós simplesmente corre, cotidianamente, como personagens de Alice no País das Maravilhas na “corrida maluca”, onde correm em torno de uma ilha. Não há vencedores ou perdedores, não há objetivo na corrida. No texto de Lewis Carroll, todos ganham, segundo a fala do coelho, mas em nosso caso... alguém ganha com isso?  

Texto publicado na íntegra no site Vya Estelar. Para ler mais, clique aqui

 

Formação em Filosofia Clínica 

Cursos de Curta Duração 2018

Panorama da História da Filosofia - De 14 de junho a 12 de julho, quintas, das 19 às 22 horas

Filosofia Clínica e Educação - 30 de junho, sábado, das 9 às 16 horas.

Cursos de Extensão Semestrais em breve os cursos do segundo semestre

Atividades gratuitas

Café Filosófico-Clínico - Toda primeira terça-feira do mês, das 19h30 às 21h30. Coordenação: Monica Aiub e Vilma Gebara - Espaço Cultural Alberico Rodrigues - Praça Benedito Calixto, 159 - Pinheiros - São Paulo - SP - Entrada Franca.

Palestra Martin Buber, a filosofia e outros escritos sobre o diálogo e a intersubjetividade. Dia 24 de junho, domingo, 17 horas, no Instituto Interseção.

Debate: Diálogo e intersubjetividade em clínica: Contribuições da Filosofia de Martin Buber. Dia 25 de junho, segunda-feira, 14 horas, no IEA-USP.

 

Cursos realizados

Introdução à Filosofia Clínica como exercício do filosofar

Filosofia Clínica como o exercício do filosofar

Reflexões sobre filosofia e medicina - Contribuições de Charles Sanders Peirce para a questão dos diagnósticos em clínica médica

Foucault e a filosofia clínica: a questão da verdade - Profa. Dra. Monica Aiub

Ortega y Gasset e o nosso tempo - Prof. Dr. José Maurício de Carvalho
Palestra de lançamento do livro Ortega y Gasset e o nosso tempo

Palestra de lançamento do livro Minorias: da Sociedade de consumo à sociedade do convívio

Transtornos mentais e filosofia clínica
Intencionalidade: uma abordagem a partir do Naturalismo Biológico de John Searle  

Introdução à Filosofia da Mente
Por que utilizamos metáforas e como as significamos? Um estudo sobre o texto Expressão e Significado de John Searle
Filosofia Clínica e Educação
A intuição em Bergson 

A lógica dos diagramas e o pensamento diagramático
 Vivências em Filosofia Clínica
 Deleuze, filosofia e arte: Pensar e sentir a existência 

Causação mental: Corpo, pensamento e saúde


 Cursos realizados em 2015


Lógica Aristotélica: Um estudo sobre o texto Primeiros Analíticos

Nietzsche e a Filosofia Clínica: A questão dos valores
Nietzsche e a Filosofia Clínica: É possível tornar-se?
O problema mente-cérebro: diálogos entre Filosofia da Mente e Filosofia da Neurociência
Introdução às Teorias da Mente
Canguilhem e o conceito de normalidade: um estudo epistemológico
Filosofia da Mente e Semótica: o pós-humano em questão
Tomada de decisão: fundamentos em filosofia, psicologia e neurociência

Filosofia clínica e filosofia prática: aproximações e distinções
Filosofia Clínica para profissionais da saúde

Filosofia da Neurociência Filosofia da Mente  e Filosofia Clínica

Filosofia Clínica para professores
Introdução à Lógica

Conhecimento e autoconhecimento em Filosofia Clínica

Introdução à Filosofia

Mediação de Leitura

Neuroeducação